Crítica | O menino que descobriu o vento

O menino que descobriu o vento conta a história real e inspiradora de William Kamkwamba. Ainda adolescente, ele conseguiu combater a seca e a fome em sua comunidade usando duas armas muito poderosas: a persistência e a educação.

Continuar lendo “Crítica | O menino que descobriu o vento”

Resenha | Três contos, de Gustave Flaubert

Três contos
Autor: Gustave Flaubert
Tradução: Milton Hatoum e Samuel Titan Jr.
Editora: Cosac Naify
Páginas: 160

As narrativas reunidas em Três contos foram escritas com tanta maestria, que é difícil acreditar que Gustave Flaubert estava passando por uma crise naquela época. O escritor, principal nome do Realismo francês e autor de obras como Madame Bovary (1857), enfrentava sérios problemas financeiros e não conseguia finalizar o romance Bouvard e Pécuchet de jeito nenhum. Mas em 1877, quando Três contos foi publicado, o próprio Flaubert teve certeza de que tinha recuperado a boa forma.

Continuar lendo “Resenha | Três contos, de Gustave Flaubert”

Diários #20: [Tag] Acumulador de livros

Na postagem de hoje, eu respondo a tag literária Acumulador de livros. Essa é uma tag estrangeira que foi traduzida pelo canal Livraria em casa e que eu encontrei no blog Momentum Saga, da Lady Sybylla.

Continuar lendo “Diários #20: [Tag] Acumulador de livros”

Resenha | O auto da maga Josefa, de Paola Siviero

O auto da maga Josefa
Autora: Paola Siviero
Editora: Dame Blanche
Páginas: 250
Compre na Amazon: amzn.to/2EQye4x

Se você acompanha canais literários na internet, provavelmente já ouviu falar de O auto da maga Josefa, da escritora Paola Siviero. O livro, lançado no ano passado e disponível apenas no formato digital, vem recebendo inúmeros elogios — e eles são muito merecidos.

Continuar lendo “Resenha | O auto da maga Josefa, de Paola Siviero”